Três homens são presos com máquinas de cartão em Januária; PM suspeita que eles usavam equipamentos para aplicar golpes

Ocorrência teve início quando um policial à paisana suspeitou de carro com a placa adulterada em posto de combustíveis.

Duas máquinas estavam no veículo e uma foi encontrada na casa da avó de um dos suspeitos.

Máquinas apreendidas pela PM Polícia Militar / Divulgação Três homens foram presos suspeitos de estelionato nesta segunda-feira (29) em Januária.

A Polícia Militar apreendeu máquinas de cartão com eles e suspeita que o grupo aplicava golpes fazendo a troca dos equipamentos que tinha com os que são usados por estabelecimentos comerciais.

“Um militar à paisana estava abastecendo o veículo quando deparou com um carro que estava com a placa visivelmente adulterada.

Havia uma fita isolante transformando alguns números em outros.

Imediatamente, o policial acionou o 190 e as guarnições foram ao local”, fala o tenente Marcos Antônio Cardoso Souza.

Os militares apreenderam duas máquinas de cartão no automóvel e suspeitaram das versões apresentadas pelos homens em relação à origem dos equipamentos.

Uma outra máquinas e bobinas de extratos foram localizadas pela PM na casa da avó de um dos presos, na zona rural.

“A suspeita é de que eles atuem em conjunto.

Enquanto um solicita a máquina para fazer o pagamento, os outros distraem o frentista e fazem a troca do equipamento.

Os valores que deveriam ser creditados ao estabelecimento vão para o grupo criminoso.

Além disso, suspeitamos também que as máquinas sejam programadas e possam copiar os dados bancários dos clientes”, fala o tenente.

O policial ainda diz que é possível que no dia seguinte as máquinas sejam destrocadas da mesma forma e o comerciante fica com o prejuízo sem notar que foi vítima de fraude no momento, já que que os equipamentos são idênticos. “Orientamos que os comerciantes façam a emissão do relatório diário de cada máquina, já que o documento tem todos os dados do estabelecimento e o valor movimentado.

Após a suspeita, fizemos uma varredura nos postos de Januária e não encontramos locais com máquinas trocadas, mas pode ser que essa situação tenha ocorrido nos municípios do entorno”, destaca.

De acordo com o tenente, um dos três homens é morador de Januária.

Ele tem passagens por furto e roubo.

Os demais são da região de BH.

Eles foram levados para a delegacia.

Veja mais notícias da região em G1 Grande Minas.

Categoria:MG - Grande Minas